02
Abr 09

A delicadeza com que Harris retrata a vida de Vianne é sublime, expondo elegantemente os seus medos, as suas angústias, os seus sonhos e os atropelos dos mesmos. Não é difícil o leitor perder-se numa história tão simples que fala da vida de pessoas simples.

Podem ler toda a crítica do blogue Folhas de Papel aqui.

publicado por Rita Mello às 16:00

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
links
blogs SAPO